O projeto Musicalizando invadiu escolas e casas de todo o país. Com mais de 1 milhão de visualizações em seu canal de Youtube, o psicólogo Samuca criou vídeos para ajudar professores a levarem um pouco mais de música para a sala. As aulas são acompanhadas de um livro que pode ser baixado gratuitamente aqui mesmo na página e você pode imprimir quantas cópias desejar para seus alunos ou filhos. O projeto foi indicado por diversas publicações, sites e blogs como um dos melhores do Brasil para ensino de música de forma lúdica. A Revista Galileu* foi uma das que deu destaque ao projeto.

 

O psicólogo também realiza a apresentação do show-palestra "Musicalizando a vida", onde canta suas canções, explana sobre experiências com pais e crianças em sala de aula, dá dicas para professores, brinca e fala sobre educação em geral, sempre embasado pela psicologia educacional. A palestra tem foco em educadores, pais e crianças. 

 

* http://revistagalileu.globo.com/Cultura/noticia/2014/06/8-maneiras-de-aprender-musica-gratis-na-web.html

palestra.jpg
comentarios.jpg

MUSICALIZANDO, A PALESTRA

 

Divertida, com humor e MUITAS experiências, Samuca realiza a palestra com temas que interessam a diversos profissionais: psicólogos, pedagogos, professores, fonos, educadores em geral. 

 

Samuca passeia pela psicologia da música e a importância dela para o amadurecimento das crianças. Fala sobre depressão infantil, testes projetivos e como os profissionais podem ajudar na identificação de casos e como agir em seu cotidiano. 

 

Recheada de canções executadas AO VIVO, no evento Samuca canta suas músicas infantis que são sucesso nas aulas do Musicalizando e no seu canal de Youtube com mais de 1 milhão de visualizações.

 

Apresenta casos de sucesso e alguns fracassos, o que funcionou e o que falhou nas escolas em que lecionou ou foi psicólogo. Ensina técnicas importantes no contato com as crianças e um pouco da didática que utiliza nas aulas ou no atendimento com os pequenos.

 

A palestra é aberta a pais e claro, crianças. Samuca sempre frisa a importânica da participação ativa das crianças durante a palestra, pois é possível construir e debater com elas, dando ouvido as opiniões dos menores. "É simplesmente arrebatador e fantástico construir um mundo melhor a partir do sentimento pueril que vem das crianças".